DESEMPENHO LOGÍSTICO DE PAÍSES DO BLOCO ECONÔMICO G20: UMA ANÁLISE MULTICRITÉRIO DE INDICADORES

Andreia Carpes Dani, Linda jessica de Montreuil Carmona, Paulo Sergio Almeida-Santos, Nelson Hein

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo analisar o ranking de desempenho logístico dos países pertencentes ao G20. Para tanto, realizou-se uma pesquisa descritiva e quantitativa por meio de análise documental. Os dados foram coletados a partir da base de dados do World Bank, período de 2011 a 2015. Por meio do método de análise decisória multicritério TOPSIS, verificou-se que a Alemanha foi o país a ocupar a melhor posição em termos de desempenho logístico. Verificou-se também, que o Brasil ocupa uma das piores colocações no ranking. Isso demonstra que existem grandes ineficiências logísticas a serem superadas. Mediante o ranking final entre os indicadores, verificou-se que países desenvolvidos possuem um desempenho logístico superior. De modo geral, verifica-se a necessidade de melhoria nos componentes logísticos de países como o Brasil, Argentina, Indonésia, Rússia e África do Sul, pois a competitividade de empresas nacionais, como as brasileiras, por exemplo, depende crucialmente de um ambiente logístico interno dinâmico e competitivo, a fim de resistir a países que ocupam melhores posições como Alemanha, Japão e Estados Unidos. Sugere-se que países mais desenvolvidos, com melhores estruturas, condições econômicas, incentivos comerciais, tenham condições favoráveis a um maior desempenho logístico.


Palavras-chave


TOPSIS. Desempenho Logístico. Países.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Impresso: 1679-8708

ISSN Eletrônico: 2177-742X