A PALAVRA-ÍCONE: UMA ABORDAGEM SEMIÓTICA PARA A COMPREENSÃO DE ANÚNCIOS ALL TYPE

Rafael Luiz Zen

Resumo


O processo de comunicação nos dias de hoje se baseia numa relação de codificação e decodificação. Compreender os processos de leitura de signos faz-se fundamental para a formação publicitária, de propaganda e de design. Abordando Peirce (2005), Ribeiro (2003) e Niemeyer (2009), analisa-se a palavra impressa num contexto em que ela compreenda os aspectos gráficos do objeto ao qual faz representação, gerando um ambiente por meio do qual os signos verbais e visuais se complementam e reafirmam seu significado. Este trabalho tem como objetivo analisar anúncios impressos all type na publicidade brasileira por meio do site Ads of the world no ano de 2011, visando à modificação da palavra-símbolo para a palavra-ícone na construção da persuasão publicitária. Para tanto, utilizou-se o método de categorização, cujos resultados principais admitem cinco das seis dimensões propostas por Niemeyer (2009). São elas: ícone enquanto forma, enquanto semelhança de material, enquanto metáfora, enquanto semelhança de estilo e enquanto semelhança de ambiente.

Palavras-chave


Semiotics. All type. Verbal creation. Visual creation. Signs.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Impresso: 1679-8708

ISSN Eletrônico: 2177-742X